PF do Amazonas envia notícia-crime do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles para o STF

PF envia notícia-crime do ministro do meio ambiente Ricardo Salles ao STF

O Superintendente da Polícia Federal no Amazonas Alexandre Saraiva - que preside inquéritos policiais para apurar crimes ambientais graves naquele estado - encaminhou ao ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal, ao Ministério Público Federal e à Direção Geral da Polícia Federal uma notícia-crime assinalando e detalhando o cometimento de crimes por parte do ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

No expediente de 38 páginas, Saraiva enquadra Salles, o senador Telmário Mota (Pros) e o presidente do Ibama, Eduardo Bim, nos crimes cumpridos no Artigo 69 da Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais), art. 321 do Código Penal (Advocacia Administrativa) e Artigo 2o, § 1o da Lei 12.850 / 2013 (Organização Criminosa).

Crime Ambiental

É isso mesmo: o ministro do Meio Ambinete do Brasil foi denunciado por crime ambiental.

As condutas foram cometidas no âmbito da Operação Handroanthus, que, capitaneada pela Superintendência Regional no Amazonas, foi responsável pela apreensão recorde de aproximadamente 200.000 m3 (duzentos mil metros cúbicos) de madeira em toras retiradas ilegalmente por associações criminosas que atuam na região.

A delinquência de Salles em tentar criar obstáculos para a fiscalização de desmatamento ou práticas ilegais no meio ambiente teve o seu primeiro passo dado. Aguarda-se o quanto antes a responsabilização de todos os envolvidos que tem contribuído para destruir nossas florestas.

@casaninjaamazonia

 


1000 Caracteres restantes