“Negar o aquecimento global e a destruição do planeta é suicídio”, diz William Shatner, o ‘Capitão Kirk’, após voo espacial

“Negar o aquecimento global e a destruição do planeta é suicídio”, diz William Shatner, o Capitão Kirk, após voo espacial

Do Conexão Planeta - Na semana passada, a bordo da cápsula New Shepard, o ator americano William Shatner vivenciou, mesmo que por breves minutos, uma realidade a qual ele interpretou em grande parte de sua carreira: a de viajar pelo espaço e ver o planeta Terra em meio à escuridão da Via Láctea. Ele ficou conhecido do grande público por dar vida ao personagem ‘Capitão Kirk‘, que comandava a nave estelar da série Star Trek, um sucesso da televisão nas décadas de 60 e 70.

Aos 90 anos, Shatner se tornou a pessoa mais velha a ir ao espaço. Ele foi convidado a participar do segundo voo espacial turístico promovido pela empresa Blue Origin, do bilionário Jeff Bezos. Ao lado de outras três pessoas, durante quatro minutos ele teve a oportunidade de ver a imensidão azul do nosso planeta.

Quando retornou à Terra, visivelmente emocionado, o ator compartilhou, ao vivo, sua experiência e afirmou que teria sido a mais espetacular da sua vida. Poucos dias depois, em entrevista ao apresentador Chris Cuomo, da rede CNN, Shatner conseguiu elaborar melhor seus sentimentos e deu um depoimento contundente sobre a necessidade do ser humano enfrentar o desafio das mudanças climáticas.

“O espaço é frio, feio e ameaçador e você olha para baixo há este planeta caloroso e acolhedor – e todos nós já ouvimos os clichês de ser vulnerável e frágil -, mas ele é mais do que isso… E o estamos arruinando! Eu fiquei emocionado, entre lágrimas com o que eu vi, inundado por uma tristeza e empatia por esta coisa magnífica e linda que chamamos Terra”, disse o ator.

“Negar o aquecimento global e a destruição do planeta é suicídio”, diz William Shatner, o ‘Capitão Kirk’, após voo espacial
Shatner ao lado dos outros tripulantes da New Shepard

Shatner falou de sua consternação em relação aos políticos, os quais chamou de “estúpidos e irracionais,” que continuam criando entraves e barreiras para que ações urgentes sejam tomadas para combater a crise climática. “A verdade é que uma tendência entre os seres humanos, seja na sua vida particular, amorosa ou profissional, se algo não vai bem, tentar evitar, não falar sobre o assunto. É muito mais fácil. Mas colocar sua cabeça na areia por outro instante sobre o aquecimento global e a destruição do planeta é suicídio para todos nós”.

Ainda segundo ele, essa atitude terá um impacto muito maior sobre as futuras gerações.

“É trágico que nossos filhos e os filhos de nosso filhos possam não ter a oportunidade de ser parte dessa coisa maravilhosa que chamamos de Terra”, alertou.

Assista:

Entrevista completa, em inglês, desse ator de 90 anos, que fala do fundo do coração sobre um momento único em sua vida:

 

 


Boletim Eletrônico

Receba nossas notícias em seu e-mail:


Somos FeedBurner e contra SPAM

Recomendações