Colors: Purple Color

Considerado inimigo número um da Ditadura Militar, o político baiano, escritor e guerrilheiro brasileiro, Carlos Marighella foi assassinado em uma emboscada do extinto Departamento de Ordem Pública e Social, DOPS, do delegado Sérgio Paranhos Fleury em São Paulo, no dia 4 de novembro de 1969.

Essa época ficou marcada na história do Brasil através da prática de vários Atos Institucionais que colocavam em prática a censura, a perseguição política, a supressão de direitos constitucionais, a falta total de democracia e a repressão àqueles que eram contrários ao regime militar.

Confira cinco depoimentos sobre a Ditadura Militar, implantada no Brasil em 31 de março e 01 de abril de 1964, e se manteve até 1985. Este foi um dos períodos mais obscuros da história recente do país, e uma ampla gama de estudos têm sido feitos sobre o tema, buscando compreender as implicações políticas, econômicas e sociais durante o tempo em que esteve vigor.

Página 1 de 3

Boletim Eletrônico

Receba nossas notícias em seu e-mail:


Somos FeedBurner e contra SPAM