Acopiara

  • Acopiara: Elo Amigo e parceiros realizam atividade de conclusão do Projeto Reuso de Águas Cinzas

    Na sexta-feira, 23 de março, o Instituto Elo Amigo comemorou com os parceiros a conclusão da construção de dez unidades de Reúso de Águas Cinzas em Acopiara, projeto financiado pela Secretaria de Desenvolvimento Agrario do Ceará (SDA) e desenvolvido pela parceria entre Elo Amigo e Fórum Cearense Pela Vida no Semiárido (FCVSA).

  • Elo Amigo e SDA realizam capacitação sobre Reúso de Águas Cinzas em Acopiara

    Acontece no período de, 22 a 24/02, na comunidade rural de Vaca em Acopiara a capacitação com 20 famílias vão receber uma unidade do Reúso de Águas Cinzas da Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA), articulado pelo Fórum Cearense Pela Vida no Semiárido (FCVSA) e construido pelo Instituto Elo Amigo (IEA).

    A capacitação envolveu além das famílias de Acopiara e Jucás, as entidades executoras e governo, os parceiros locais como a Associação de Moradores do Sítio Vaca, da Secretária de Agricultura de Acopiara e Conselho de Desenvolvimento Comunitário de Acopiara (Condecom).

    O momento vai mostrar na prática como é construído uma unidade de reúso, os cuidados com a água reciclada e como aplicar nas pequenas produções.

    Para o presidente da Associação Comunitária do Sítio Vaca, Geraldo Antônio de Lima, conhecido como Bele, toda ajuda é bem-vinda, a comunidade abraça o projeto inovador e parabeniza todos os envolvidos. “Muito dos presentes possuem duas tecnologias de 1a e 2a água e agora essa do reúso, que está ficando conhecida como 3a água, está se somando as possibilidades de dias melhores, e nós só temos a agradecer pelos ensinamentos que vamos ter nessa formação e pela conquista que chega até nós”, disse Bele.

    O coordenador executivo do Elo Amigo, Marcos Jacinto, afirmou que as parcerias entre a SDA e Elo Amigo foram fundamentais para a vinda desse projeto, destacou que além das entidades executoras, as Associações, Secretarias de Agricultura da região e o Condecom da Acopiara, são cruciais para o fortalecimento das políticas públicas de convivência com o semiárido. “Queremos sempre ampliar os projetos para garantir mais conquistas para as famílias, sejam cisternas ou demais tecnologias que lhes garantam crescimento”, afirmou Jacinto.

    Texto: Assessoria de Comunicação do Elo Amigo | FOTOS: Rikáryo Mourão

  • Ex-secretario de cultura de Acopiara, Gleirton Dias, desmente gestão atual com prestação de contas do TCM

    O Ex-Secretário da Cultura, Esporte e Juventude de Acopiara e suplente de Vereador Gleirton Dias, resolveu em sua conta no facebook, comentar as tantas mentiras jogadas ao ar por políticos que tentam enganar a população, principalmente no caso da aprovação das contas do Ex-Prefeito de Acopiara, Antônio Almeida Neto.

  • Manutenção do Açude Trussu em Iguatu acontece por solicitação do deputado Marcos Sobreira

    Na sexta-feira, 02 de agosto, o iguatuense e deputado estadual, Marcos Sobreira (PDT), agradeceu na tribuna da Assembleia Legislativa ao Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs), pelo início das obras de manutenção dos Açudes Trussu (Iguatu), Thómas Osterne (Crato) e Lima Campos (Icó).

    As solicitações foram protocoladas pelo deputado logo no início do seu mandato.

    A preocupação de populares que chegou até o deputado era por conta de todos os açudes mostrarem rachaduras, buracos, vegetação e erosão.

    Os reparos já iniciaram em Lima Campos por apresentar um desgaste maior que os outros.

    Marcos disse em seu discurso que está feliz pela agilidade e atenção do DNOCS, e ressaltou que o Trussu é um dos maiores reservatórios de água na região centro-sul, que atende não só o município de Iguatu, lembrou ainda que a tragédia da barragem da Vale do Rio Doce em Brumadinho (MG), não pode se repetir aqui no Ceará por falta de manutenção dos seus reservatórios.

    “Após a triste tragédia de Brumadinho (MG) não poderíamos ficar inertes e deixar que algo parecido pudesse acontecer no Ceará. Por isso, a importância de que as barragens sejam vistoriadas e de que os reparos adequados sejam realizados para que a segurança das localidades seja sempre preservada”, disse Sobreira.