Vereadores aprovam fim das Secretarias de Cultura e Juventude

Vereadores aprovam fim das Secretarias de Cultura e Juventude

A sessão extraordinária da Câmara municipal de Iguatu, 22/01/2020, votou o projeto de Reforma Administrativa enviada pelo prefeito Ednaldo Lavor (PSD). A proposta criaria 4 novas secretarias e eliminava as secretarias de Cultura e Juventude.

O projeto foi aprovado por 13 dos 17 vereadores, a oposição votou toda contra a extinção das pastas e argumentou, mas a maioria confirmou a exclusão.

Votaram Sim

  1. Bandeira Jr
  2. Rafael Gadelha
  3. Rubenildo Cadeira
  4. Pedro Lavor
  5. Ronald Bezerra
  6. Eliane Braz
  7. Diego Felipe
  8. João Torres
  9. Maciano Baião
  10. Marciano do Povo
  11. Zilfran Ferreira
  12. Marconi Filho
  13. Savio Sobreira

Votaram Não

  1. Lindovam Oliveira
  2. Louro da barra
  3. Pedro Uchoa
  4. João Lazaro

Um dos vereadores da oposição, Lindovam, pediu aos demais colegas que em respeito aos artistas locais e a população em geral não acabassem a pasta da cultura.

"Iguatu é reconhecido mundo a fora pela arte que desenvolve, mesmo com dificuldades, seria interessante ao invés de extinguir a mesma, investir, sou contra esse ponto na pauta", afirmou o vereador.

Do lado do prefeito Bandeira Junior e Rubenildo Cadeira, usaram suas falas para tentar amenizar a ideia de fim da secretaria de cultura afirmando "será melhor para os artistas dentro da secretaria de educação e que esses cortes são necessários para manter as contas do município dentro do seu planejamento fiscal", disse bandeira, que foi rebatido por Louro da Barra que perguntou e ficou sem resposta, "Se é para manter as contas do município, porque criar mais 4 novas secretarias?

As novas secretarias

  1. Secretária de Governo - SEGOV 
  2. Secretária da Fazenda Municipal - SEFAM
  3. Secretária do Gabinete - SEGAB
  4. Secretária de Transporte e Logística - SETRANS
  5. Secretária de Habitação, Desenvolvimento Urbano e Acessibilidade - SHD
  6. Secretária da Educação, Cultura e Ensino Superior - SECES
  7. Secretária da Saúde - SMS
  8. Secretária de Assistência Social, Direitos Humanos e Cidadania - SAS
  9. Secretária do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo - SEDET
  10. Secretária do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Proteção Animal - SEMASPA
  11. Secretária do desenvolvimento Agrário - SEDA
  12. Secretária do Esporte - SESPORTE
  13. Procuradoria Geral do Município - PGMI
  14. Controladoria e Ouvidoria Geral do Município - CGMI
  15. Secretária do Trânsito e Mobilidade Urbana - SETRAM
  16. Secretária da Segurança Pública, Proteção Patrimonial e Defesa Civil - SPD
  17. Secretária da Infraestrutura - SEINFRA
  18. Secretária de Serviços Públicos e conservação - SESPCON
  19. Secretária de Articulações Políticas e Relações Institucionais - SEAPI

Assista a sessão:

Entenda o caso e o que diz os Artistas

Os artistas através do Conselho municipal de cultura, ficaram sabendo do fim da pasta por boatos e logo procuraram o prefeito Ednaldo para conversar sobre os caminhos que a cultura de Iguatu iria tomar, caso esse boato se confirmasse e o dialogo não aconteceu, segundo os mesmos, buscaram uma conversa com o secretário de governo, Tácido Cavalcante, que negou o assunto e não exibiu o projeto para eles, o artistas buscaram mais dialogo com outros membros do governo municipal para tentar conversar sobre o fim da pasta da cultura de Iguatu, sem sucesso.

Lançaram uma campanha nas redes sociais #SOSCultura e pregaram folhas de papel no monumento que fica na entrada da cidade e foram chamados de VANDALOS por membros da gestão local.

"Infelizmente nós artistas fomos enganados pelo senhor prefeito Ednaldo Lavor, que não dialogou com a classe, ignorou o Conselho de Cultura e preferiu ouviu pessoas despreparadas sobre o que é e significa cultura, simplesmente decidiu e aprovou como acontece em ditaduras", disse o representante dos artistas a nossa reportagem.

Fim da Política de Juventude no Iguatu

Para a remoção da Juventude da Secretaria de Esporte a tal "esperança e renovação" da Câmara de Iguatu parece não ter existido, os vereadores jovens, Rafael Gadelha e Sávio Sobreira, não se manifestaram em nada, não questionaram ou participaram na sessão com opinião própria, como é de perfil da juventude, a participação pífia dos jovens parlamentares se resumiu a um sim que bastava ficar sentado.

Nós últimos 4 anos da gestão de Ednaldo a pasta juventude foi tão sucateada quanto a cultura. Obrigações mínimas não foram realizadas como a continuidade do Conselho Municipal de Juventude, formações, capacitações, estágios ou quaisquer projetos que qualificassem e envolvessem a juventude iguatuense.

A cidade do compositor Humberto Teixeira, do maestro Eleazar de Carvalho, do músico e seresteiro Evaldo Gouveia, do ator Pedro Limas Verde, e de todos os violeiros, palhaços, cantores e bandas, perderam o seu maior símbolo de autonomia e arte, a Secretaria de Cultura, que depois de muitas lutas nasceu em 1995 e foi aniquilada pelo "povo do bem" em 2021", disse outro artista a nossa reportagem.

*Artistas tiveram seus nomes ocultados da nossa reportagem à pedido dos mesmo que acreditam sofrer represália ao questionar e defender a cultura local.

 

Nós que fazemos o Portal Cabeça Livre repudiamos o fim das Pastas da Cultura e Juventude e nos solidarizamos com todos que fazem arte e buscam garantir os direitos dos jovens.

 

Leia também: Descaso da gestão municipal interdita o Teatro Pedro Lima Verde de Iguatu e artistas ficam na rua

 


Joana Alves
Vereadores ridículos
Esses vereadores só atuam pensando em si mesmo, covardia o que fizeram com os artistas. Nojo!
1

1000 Caracteres restantes