0
0
0
s2smodern
Anúncie no #CabeçaLivre - Fale Conosco

O debate que aconteceu na noite dessa segunda-feira, 30/09, na Rede Record de Televisão, contou com a participação de oito candidatos a presidente que tem pontuação acima de 1% nas pesquisas de intenção de voto, Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB), Álvaro Dias (Podemos), Guilherme Boulos (Psol), Cabo Daciolo (Patriota) e Henrique Meirelles (MDB).

O debate foi morno e com poucas propostas apresentadas sempre pelos candidatos Haddad, Ciro e Alckmin, os demais atacavam, falavam qualquer coisa na tentativa de dizer aquilo que o telespectador queria ouvir. A demora na rodada de perguntas garantiu a perca de audiência da Record que começou o debate chegando a 7 pontos e no começo do segundo bloco de perguntas chegou a 3 pontos.

O candidato do PT, Haddad apresentou proposta de retomada do investimento em educação e saúde, derrubada da PEC do congelamento e consulta popular para revisar a retirada de direitos como a reforma trabalhista que não gera empregos.

Ciro Gomes do PDT, fez um discurso para tentar mostrar ao eleitor indeciso ou que tem raiva do PT possa votar nele, destacou a necessidade de investimentos na educação e saúde, lembrou que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) foge dos debates e quando aparece não apresenta proposta que dê um rumo a crise que vive o Brasil.

Alckmin do PSDB tenta convencer o eleitorado que o Brasil precisa caminhar contra o radicalismo das duas candidaturas que hoje lideram as pesquisas “não precisamos nem de esquerda e nem de direita” e tenta convencer que seu plano de governo é o melhor para o Brasil, mas para o azar dele o candidato Guilherme Boulos do PSOL, lembra que Alckmin e seu partido o PSDB foram irresponsáveis e deram um golpe para derrubar uma candidata eleita, que as propostas de educação dele são as mesmas que empobrece a população paulistana de conhecimento e destaca que a pobreza por moradia e desapropriações criminosas tem sido a marca do seu governo em SP e fecha um dos blocos perguntando “Cadê o dinheiro da Merenda Alckmin?” e frisa o “Ele Não”.

Marina Silva da Rede não apresenta nada novo, não passa confiança ao eleitorado e apresenta ideia repetitivas sem perspectiva de futuro ao ponto de combinar com a mais cansativas e deturpadas ideias do candidato Cabo Daciolo (Patriota), que esta sendo forçado a não participar mais dos debates por conta de suspeitas da justiça eleitoral dele ter uma candidatura que tem lavado dinheiro da campanha do Bolsonaro, Daciolo afirma não ter nada com isso e não apresenta proposta nenhuma e fica fazendo oração, pregando o falso moralismo e usando o nome de Deus em vão.

Para concluir o debate o candidato de Temer, Henrique Meirelles fica no púlpito usando seu tempo para falar proposta nenhuma a não ser que “ele tem a confiança do mercado financeiro” além de ficar trocando figurinhas ao vivo com o Álvaro Dias que não tem proposta, concorda com tudo que bata no PT, Lula e Ciro e encerra sua participação com uma mentira (que Lula teria mandado seis milhões para comprar um apoio ao Haddad) que gerou um fakenews já desmentido pelas agencias de notícias.

Acredita-se que essa semana ainda possamos presenciar mais um debate na reta final das eleições que está projetando um segundo turno.

 

Reprodução: www.rmourao.com | Foto: Cláudio Kbene


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Boletim Eletrônico

Receba nossas notícias em seu e-mail:


Somos FeedBurner e contra SPAM